09-Março-2020

/

Notícias

Receita dos dísticos de circulação em Fátima entregue à ApajeFátima

Foi entregue esta tarde, 9 de março, à ApajeFátima, o cheque solidário, no valor de 1.496,29€, resultante da venda dos dísticos de circulação condicionada em Fátima em 2019.

Esta iniciativa solidária liderada pela ACISO - Associação Empresarial de Ourém Fátima é implementada por uma Comissão de Entidades que integra ainda o Santuário de Fátima, a Guarda Nacional Republicana, a Câmara Municipal de Ourém e a Junta de Freguesia de Fátima.

A entidade contemplada este ano foi a ApajeFátima - Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos do Agrupamento dos Jardins e Escolas de Fátima, IPSS do concelho de Ourém com vinte anos de existência. A quantia entregue à ApajeFátima resulta do valor de vendas de dísticos em 2019, excluídos os custos de impressão dos mesmos.

Os dísticos de circulação para 2020, estarão à venda na sede da ACISO, em Ourém, a partir de 1 de abril, e entre os dias 4 e 8 de maio no Posto de Turismo de Fátima. O custo de cada dístico é de 1€ para associados da ACISO e de 2€ para não-associados.

No momento da entrega do cheque solidário à direção da Apaje, Purificação Reis, presidente da direção da ACISO destacou os dois objetivos da ação: “facilitar a vida aos empresários e aos residentes de Fátima nos sítios condicionados, permitindo o acesso aos seus locais de trabalho” e, com a entrega das verbas resultantes das vendas a uma instituição, cumprir a “vertente solidária”.

Eunice Ferreira, que preside à direção da ApajeFátima apresentou a instituição. Com duas creches em funcionamento frequentadas por 120 crianças, a Apaje tem 80 funcionários e serve diariamente cerca de 900 refeições a diversas instituições escolares. Em declarações aos jornalistas, revelou que a verba recebida será para aquisição de material didático.

Em representação do Santuário de Fátima, o padre Miguel Sottomayor, enalteceu o trabalho desenvolvido pelas IPSS´s, mostrando-se conhecedor das “dificuldades” que têm e dos “milagres” que fazem.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, também reiterou a importância da iniciativa na sua vertente de apoio aos habitantes e empresas e do cariz solidário que a mesma comporta.

A verba que vier a ser apurada com a venda dos dísticos de circulação condicionada durante o ano de 2020 será entregue, em 2021, à Casa do Bom Samaritano, lar residencial para mulheres portadoras de deficiência física-mental, da Congregação da Irmãs Franciscanas da Divina Providência.

 

Partilhar esta Notícia